A Câmara dos Dirigentes Lojistas de Santo Amaro da Imperatriz iniciou há dois anos uma campanha pela redução dos salários dos vereadores do município para 1 salário mínimo. Atualmente os vencimentos são de pouco mais de 3 mil reais líquido. A proposta ganhou o apoio dos vereadores Simone dos Santos (PP) e Juliano da Silva (PPS). A ideia ainda não foi discutida na Câmara, mas já foi amplamente citada por ambos. A campanha voltou a ganhar força após discordâncias de pensamentos entre os dois vereadores e a gestão municipal e alguns vereadores que antes eram aliados e fazem parte da mesma coligação eleita. O projeto conta com apoio do Rotary Clube, Associação de Moradores do Bairro São Francisco, Associação de Caldas, etc. A vereadora Simone tem coletado assinaturas de eleitores e contado com a ajuda de alguns comerciantes e pessoas em geral. A vereadora informa que a redução salarial não seria para esta legislatura e sim a partir de 2020.

Nem todas as pessoas sabem, mas um cidadão pode propor uma lei federal, estadual ou municipal. Esta iniciativa chama-se Projeto de Lei de Iniciativa Popular e é prevista na Constituição Federal de 1988. Nos municípios, a exigência é de 5% do total de eleitores assinando a documentação para validar o projeto.

Conseguir o mínimo de assinaturas indica que sua proposta será analisada, passará pelas comissões necessárias e, futuramente, será votada pela Câmara de Vereadores.