Esta semana amigos e familiares do popular e carismático pintor santoamarense Moacir Lohn, confirmaram a triste notícia do seu falecimento. Infelizmente mais um homem de grande coração da cidade que nos deixa precocemente após uma luta desigual contra um câncer agressivo.


Moacir começou a trabalhar desde novo. Mostrou para todos que podia pintar muito bem superando alguns obstáculos que todos conheceram muito bem e renderam a ele, de forma muito carinhosa e inocente, um apelido que ele se acostumou e levou até o final da vida como símbolo de como é possível fazer bem feito algo quando se tem muito amor e dedicação.
Tornou-se um dos mais requisitados pintores da cidade e da região. Até para trabalhos fora de Santa Catarina era chamado, pois seus cartões de visita tinham “impressos” subliminarmente as palavras: “Precisão, honestidade e carisma”. Moacir deixa a esposa Janete e um filho.
Ao longo da carreira fez mágicas com as mãos. Sempre teve o espírito voluntário. Ajudava a sua comunidade, no CPC da matriz, e muito mais. Ainda foi o chefe da coordenação de todo o chopp que foi servido na Festa do Divino Espírito Santo deste ano.
Esta semana segurou nas mãos de Deus e ele agora vai pintar no céu os mais lindos tons, o que for da preferência do Pai.Descanse em paz amigo!